Archive for abril, 2017

  1. A barganha

      Era um domingo de primavera, eu e o Velho, como carinhosamente chamávamos o monge mais antigo da Ordem, tínhamos ido à pequena e charmosa cidade que fica ao sopé da montanha que acolhe o mosteiro para assistir à missa. Não raro, o Velho era convidado pelo pároco local, seu amigo pessoal, a falar sobre […]

  2. Pequenas grandes coisas

      Acordei antes do sol e fui até a varanda da casa de Canção Estrelada, o xamã que tinha o dom de semear a sabedoria do seu povo através da palavra e da música, onde eu estava hospedado. Ele estava sentado em uma cadeira de balanço e tinha os olhos fixos no Leste, “a casa […]

  3. Encontro marcado

      O Velho, como carinhosamente chamávamos o monge mais antigo da Ordem, me repreendeu apenas com o olhar, sem dizer palavra. Eu estava no jardim interno do mosteiro falando ao celular, quando apenas é permitido usá-lo à noite, no quarto, para não desperdiçarmos o melhor da vivência oferecida no mosteiro. A OEMM – Ordem Esotérica […]

  4. Uma delicada virtude

      Os fortes ventos do final do outono anunciavam a chegada do inverno e assolavam a pequena e charmosa cidade que fica no sopé da montanha que acolhe o mosteiro. Eu caminhava por suas ruas sinuosas tentando me proteger do frio, quando avistei a clássica bicicleta de Loureiro, o sapateiro amante dos livros e dos […]