Archive for dezembro, 2018

  1. O Sétimo Portal – Os Oito Portais do Caminho

    Eu estava na varanda do mosteiro. Apesar da linda paisagem formada pelas montanhas e florestas dos arredores, eu aproveitava a quietude do momento, na tentativa de olhar para dentro de mim. Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus. Este era o código que eu precisava decifrar para seguir nos meus estudos sobre Os Oito […]

  2. Plenitudes – o amor

    Era o último dia de aulas sobre o Tao Te Ching. O curso se encerrara para aquele grupo de alunos. Logo deixariam o vilarejo chinês no sopé do Himalaia rumo aos mais diversos países onde moravam. Eu não fazia parte da turma, mas fui convidado para o chá de despedida oferecido por Li Tzu. Os […]

  3. Plenitudes – a paz

    O pacato vilarejo chinês estava irreconhecível. Parecia que todos os moradores estavam reunidos na única praça do local. A maioria tinha os ânimos exaltados; alguns falavam alto, tinham as feições transtornadas. Dois homens discutiam e foram afastados para não se agredirem fisicamente. Depois eu soube que eram amigos de longa data. Outro homem subiu em […]

  4. Plenitudes – a liberdade

    Acordei um pouco mais tarde do que o habitual. Já não daria tempo de tomar um chá com Li Tzu antes de iniciar as atividades em sua casa, que começavam logo cedo com aulas de ioga e meditação, antes de ele começar a falar sobre o Tao Te Ching. Tínhamos iniciado uma série de conversas […]

  5. Plenitudes – a dignidade

    Uma palavra é como uma cápsula repleta de ideias. Algumas em maior grau do que outras. Lembro que li um livro do filósofo e monge alemão Anselm Grun sobre a mística. Um texto primoroso e profundo; ao final a sensação de que sempre há algo a mais para acrescentar. Assim são com as virtudes. Muito […]