Archive for outubro, 2019

  1. A bicicleta amarela

    Éramos uns dez monges, como se denominam os membros da OEMM – Ordem Esotérica dos Monges da Montanha. Estávamos sentados à mesa, na cantina, ouvindo as histórias engraçadas de Pablo, um espanhol que, havia anos, era um dos cozinheiros do mosteiro, quando fomos surpreendidos com a chegada de Luís, um monge muito querido por todos […]

  2. O valor do mal

    “Tudo no universo se mede pela obra realizada”, citei ao Yuri um dos mais preciosos ensinamentos que me foram transmitidos pelo Velho, como carinhosamente chamávamos o monge mais antigo do mosteiro. “Tudo mais são apenas intenções e ferramentas. Transformar intenções em vontade e ferramentas em arte é o trabalho de uma vida”, complementei. Yuri concordou. […]

  3. Sobre fronteiras e prestações de contas

    Yuri era daqueles amigos polêmicos, como costumam ser os espíritos livres. Não, isto não significa que era perfeito. Ao contrário, estava anos-luz de finalizar a Roda do Sansara, simbologia usada por algumas filosofias orientais para explicar fim dos ciclos reencarnatórios. Quando um espírito atinge determinado degrau evolutivo, principalmente em relação à iluminação das suas sombras e […]

  4. A espada, o guerreiro e um encontro inusitado

    Todas as coisas que existem no mundo são ferramentas. Como tais, têm polaridade neutra. O uso destinado a elas determina se serão positivas ou negativas. É o mau uso que caracteriza o abuso. Contudo, nada se perde, apenas se torna lição mais rigorosa para alunos indisciplinados. O mundo é uma escola formadora de grandes mestres, […]