Archive for agosto, 2020

  1. Feitiçaria

    Quando cheguei em Sedona, nas montanhas do Arizona, um enorme grupo de motociclistas realizava um encontro na cidade. Eram muitas motocicletas reunidas, a ponto de me parecer impossível contá-las. O trânsito, outrora tranquilo, estava bem complicado. Demorei um bom tempo para chegar à casa de Canção Estrelada, o xamã que tinha o dom de transmitir […]

  2. A dor que não é minha

    Quando cheguei em frente à oficina de Loureiro, na pequena e charmosa cidade que fica no sopé da montanha que acolhe o mosteiro, o sapateiro fechava as portas. Apesar dos horários inusitados de funcionamento da oficina, estranhei, pois, ainda amanhecia. Ele me recebeu com o sorriso e a alegria serena de sempre. Convidei-o para um […]

  3. O tempo

    “Qual a verdade da rosa?”, me perguntou o Velho, como carinhosamente chamávamos o monge mais antigo da Ordem, quando o questionei sobre o tempo. Em seguida, pediu licença, se levantou e me deixou a sós com os meus pensamentos. Não entendi a correlação que ele tentava me fazer entender. Pensei que não quisesse enfrentar essa […]

  4. A verdade da rosa

    A barista deixou sobre a mesa uma xícara grande de café. Um jazz suave tocava ao fundo e o inverno sempre ameno do Rio de Janeiro me anunciavam uma tarde agradável que reservei para mim mesmo. Tirei da mochila um livro que havia algum tempo eu adiava uma desejada leitura. Aquela tarde tinha o carinho […]