Archive for setembro, 2020

  1. Sobre sintonia, asas e bagagens

    Havia muito tempo, fui convidado pelo Velho, como carinhosamente chamávamos o monge mais antigo do mosteiro, a acompanhá-lo em uma série palestras que ele ministraria. Seria uma viagem de dois meses por diversos países. Animadíssimo, não tive dúvida em aceitar e me programei para aproveitar a experiência ao máximo. Na época, como estava à frente […]

  2. O desafio

    Tinha sido uma existência atribulada. Eu fui uma criança muito amada. Criado em um bairro operário do Rio de Janeiro, sem acesso a nenhum luxo ou mordomia, nunca tive do que me queixar. Não me faltou nada do que era verdadeiramente essencial. Embora houvesse evidentes dificuldades financeiras, havia uma casa, comida à mesa e eu […]

  3. O duelo e o dono

    Eram dias como outros quaisquer. Eu caminhava havia um bom tempo nesse processo de me conhecer melhor para fazer florescer toda a beleza da minha alma e, somente assim, usufruir das maravilhas da vida. Estudava os textos deixados pelos sábios ancestrais e me esforçava para entender como se aplicavam no cotidiano como instrumentos de transformação […]

  4. Descaminhos

    Ouro Preto é uma linda cidade. Eu estava lá para um evento literário que reunia editores independentes. Iríamos discutir a possibilidade de medidas coletivas para sobrevivermos em um mercado com predomínio dos grandes conglomerados de editoras estrangeiras. Não era uma reunião para lamentos, só os tolos se sentam à beira do caminho para chorar de […]

  5. Perdidos

    Esta história aconteceu havia muito tempo, na época em que eu dividia a responsabilidade de uma agência de publicidade com mais três sócios. Eu estava aporrinhado. Muito chateado mesmo. O mundo muda; a vida também. São reverberações inevitáveis das correlações necessárias entre percepção e sensibilidade. Não basta ver, é preciso sentir para que os dias […]