Archive for maio, 2021

  1. Uma simples conversa; uma importante desconstrução

    As duas canecas fumegantes de café foram postas sobre o pesado balcão de madeira na pequena oficina de Loureiro, o sapateiro que tinha o ofício de costurar o couro e a arte de costurar ideias. Comentei sobre a nítida sensação de como a psicoesfera planetária estava densa por causa da intolerância entre as pessoas. Pontos […]

  2. A indispensável desconstrução

    Nunca havia pensado em me tornar editor. Foi um gosto doce de início amargo. Tudo começou no mosteiro quando o Velho, como carinhosamente chamávamos o monge mais antigo da Ordem, me convidou para cuidar de um caderno de textos que publicávamos. Era uma coletânea dos diversos estudos realizados anualmente sobre filosofia e metafísica, resultado das […]

  3. Esperar não é ficar parado

    A clássica bicicleta encostada no poste era sinal de que a pequena oficina já estava aberta. Ainda que pese o inusitado horário de funcionamento, na madrugada, com as estrelas ainda altas no céu, fui recebido com um sorriso sincero e um forte abraço pelo elegante sapateiro, amante dos livros e dos vinhos, que tinha a […]

  4. Somos o legado da nossa herança

    Esta história é prosseguimento da anterior, Relações superficiais. Klaus, um monge muito apreciado na Ordem, pelo cuidado que aparentava no trato com os outros. O Velho tinha me alertado que ele precisava de ajuda. Havia um problema oculto, fosse na sua timidez, fosse no fato de demonstrar que as pessoas eram importantes para ele, sem permitir […]